• Karoline Rodrigues

Profissionais também precisam de coaching

Atualizado: Mai 6

Coaching é uma palavra em inglês que tem origem no substantivo “coach” que significa “técnico”, e indica uma atividade de formação pessoal em que um instrutor (coach) ajuda o seu cliente (coachee) a evoluir em alguma área da sua vida.


Autora: Megan Arszman

Publicação: NRHA Pro Trainer Summer 2018

Tradução: Karoline Rodrigues


*****


É isso. Você pendurou a sua plaquinha; você se inscreveu nas provas dos profissionais. Você é oficialmente um Profissional NRHA. Você é o treinador agora - não mais o assistente, recebendo ordens de outra pessoa. Nada de ficarem te falando o que fazer, certo?

Pense de novo.

Amadores confiam nos seus treinadores para serem um par de olhos extra, para dizerem a eles a verdade sobre como o assento deles está afetando suas paradas, e para compartilhar dicas de como contar spins e parar no lugar certo “fácil assim”. Eles precisam de um olho extra para ajudá-los a serem melhores no esporte. E todos sabem que os melhores amadores estão sempre aprendendo com seus treinadores.

Então por que você seria diferente agora que você é um profissional, por conta própria? Ou se você já é um profissional há mais tempo, você já sabe todas as idas e vindas, truques e técnicas? Provavelmente não.

Ninguém sabe tudo. Existe um ditado que nós estamos aprendendo constantemente. Veterinários precisam participar de eventos de educação continuada regularmente. Ferreiros participam de cursos anualmente. Até mecânicos precisam estar atualizados com as tecnologias mais recentes para manter o seu trailer rodando em dia. Então, é claro que um profissional de rédeas e coaches precisam dos seus próprios coaches.

Veja aqui como você pode se beneficiar da perspectiva de um coach para se tornar o melhor profissional que você pode ser.


Foto: Adilson Silva/ Foto Perigo

Par de olhos extra

Gaethan Gauthier é um homem do cavalo muito ocupado. Residente próximo a Montreal, Quebec, o homem de 65 anos começou sua carreira de coaching incialmente com seu irmão, Guy Gauthier. “Guy era o showman, eu era o coach”, diz Gauthier.

Depois que Guy faleceu em 1988, Gauthier voltou a apresentar. Depois de um tempo, Gauthier sentiu que era mais natural para ele ser coach.

“Todo mundo me via com meu irmão e via como aquilo estava funcionando”, ele conta. “Então de vez em quando alguém vinha até mim para me pedir ajuda como os seus cavalos, e no final eu comecei a orientar os caras grandes”.

A abordagem de Gauthier é ser um par de olhos extra para seus clientes - sejam eles Million Dollar Riders, jovens que fazem tambor, ou amadores de western pleasure. No total, Gauthier tem certa de 100 clientes entre o Canadá e os Estados Unidos.

A ideia de um profissional precisar de um coach pode parecer meio diferente para você, mas para Gauthier é simplesmente uma questão de ter alguém que não tenha medo de te dizer a verdade e estar com você quando você monta.

“É importante para o seu mentor estar lá, seja você o orientando ou o orientado. Não importa se tem 200 pessoas em volta de você, o mentor precisa estar lá e presente”, ele conta. “No minuto que você vira para o lado e seu cliente vê que você não está lá, isso vai deixá-lo maluco. Quando meus clientes olham, eles precisam ver meus olhos. Então, eu basicamente monto o cavalo com eles.”

Digamos que você sente que seu cavalo está fazendo alguma coisa estranha nos rundowns. Você assiste ao vídeo mas não consegue dizer com certeza o que é. Então você chama seu coach profissional e vê o que ele ou ela enxergam para te ajudar a resolver o problema.


Fator confiança

Um fator importante para encontrar o mentor/coach certo para você é o fator confiança. Gauthier acredita que ele ganha facilmente a confiança de outros cavaleiros porque ele já esteve no lugar deles antes, e ele não compete mais.

“Eles podem confiar em mim, ajuda eu não estar mais competindo”, ele diz. “E eu não minto - alguns não gosto do que eu tenho pra dizer, mas eu não minto.”

Confiança é vital porque você tem alguém que está divulgando uma fraqueza. Às vezes é difícil para alguém admitir que não sabe a resposta. Para Gauthier, isso é ok, porque ele sabe que ninguém é perfeito. Bem… exceto ele talvez.

“Eu não sou bom, eu sou ótimo no que eu faço”, ele ri.

Mas à parte da marca registrada do seu bom humor, ele leva seu papel de coach a sério, seja numa prova ou em casa.

“Eu tenho clientes que me mandam vídeos e perguntam sobre coisas específicas, ou eu estou numa prova e os vejo treinar na noite anterior ou antes de entrar da pista”, ele diz.

E não é só lidar com um problema do cavalo, mas a mente do cavaleiro também.

“Eu já competi com os caras grandes, então eu tenho uma ideia do que passa na cabeça deles” diz o veterano da rédeas e coach. “Eu assisto não só o cavaleiro, mas também o cavalo. O cavalo pode me dizer o que está acontecendo na cabeça do cavaleiro quando eu assisto cuidadosamente”.

Algumas coisas como estar muito preso ou muito solto na sela afeta sua montada, e também seu humor e seu estado mental. Um bom mentor/coach consegue apontar essa questão e consertar para te colocar no caminho certo para o sucesso.

“Se o cavaleiro está de mau humor, eu tento encontrar algum jeito de fazê-lo rir” diz Gauthier. “Se ele não está firme o suficiente na sela, o cavalo vai ficar desleixado, então eu faço alguma coisa que não necessariamente o deixa bravo, mas o coloca de volta na concentração certa.”


O que procurar

Talvez Gauthier tenha deixado você intrigado e agora você está pensando que você poderia ter um coach/mentor nas suas baias também. Você deve considerar essas qualidades-chave para um mentor eficaz:

Procure alguém que seja aberto e honesto com você, com a habilidade e vontade de se comunicar e compartilhar suas dicas para montar e treinar.Encontre um coach que seja acessível e disponível. Se ele está sempre ocupado, não retorna suas ligações ou te dá o cano, você não vai sentir que está recebendo a atenção que precisa.Habilidade de ouvir é inestimável. Um ótimo coach e mentor ouve o que você tem para dizer, mas também sabe como fazer você ouvir em troca.Honestidade, com diplomacia, significa que você vai receber um feedback valioso que não é enfeitado mas também não é agressivo.Objetividade do coach faz com que ele coloque de lado todos os pré-conceitos que ele sobre como você monta, seus cavalos, e seu programa de treinamento.Um coach compassivo fará com que você volte sempre. Ele ou ela podem te destruir e te reconstruir , mas suas intenções são de fazer de você o melhor cavaleiro e treinador que você pode ser.

E a motivação de vencer não deve ser o único fator - para você ou para o seu coach. É importante notar que um mentor valioso quer que seus clientes alcancem seu máximo potencial e encontrem sozinhos o sucesso, seja qual for a forma de que isso pode se dar.

“Ganhar para mim não é necessariamente a coisa mais importante”, Gauthier compartilha. “Se eu ajudo um cliente com um cavalo de 74, eu quero que ele marque 74, mesmo que isso signifique que ele não vai ganhar. Há alguns anos, eu fiz um cavaleiro de 71 anos marcar 64,5 e aquilo me fez ganhar o ano”.

Para Gauthier, ganhar era seu penúltimo objetivo quando ele competia, mas agora ele encontra sua recompensa no coaching porque ele lida com o cavalo e o humano. “Mas eu ainda gosto de ganhar uma vez ou outra”, ele conta.


O que esperar

Cada coach/mentor é diferente, mas o conceito é basicamente o mesmo. O coach vai revisar as passadas por vídeos ou pessoalmente e compartilhar suas observações.

Para Gauthier, ele pode ir até a prova para um cliente (o cliente paga as despesas de viagem e honorários) assim ele foca apenas no aquecimento e apresentação daquele cliente. Ou, ele assiste ao vídeo de casa e passa suas instruções por telefone.

Esteja preparado para honestidade sem remorso, mas não deve haver nenhum bullying do coach com o cliente. Assim como seus clientes podem não gostar de serem repreendidos no meio da pista, você também pode não gostar. Então tenha certeza de que você confia nisso ao seu potencial coach e pense como você gosta de aprender.


Dê um salto

Se você está em cima do muro sobre contratar um coach, não fique. Alguns dos melhores cavaleiros sabem que eles não conseguem chegar no topo sozinhos. Aquele par de olhos extra pensante pode ser aquilo que você precisa para dar um salto no sucesso do seu negócio e no enriquecimento da sua carreira.


Fontes

Seus colegas profissionais - inclusive de outras modalidades - são as melhores fontes para encontrar um coach. Converse com cavaleiros bem-sucedidos para saber em quem eles confiam quando precisam de ajuda para resolver um problema de treinamento.

0 visualização
Contato
 

Caixa Postal 199

Avaré-/SP 18701-971
+55 14 991514727​

plus1andahalf@gmail.com

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • Pinterest - Círculo Branco

© 2017 plusoneandahalf. Proudly created with Wix.com